São Paulo, 05/01/2015 – Os raios em temporais foi tema recorrente na semana passada, devido ao caso na Baixada Santista em que morreram quatro pessoas de uma mesma família em quiosque de praia. A CNM (Confederação Nacional de Municípios) divulgou sete medidas que os municípios podem tomar para salvar vidas:
1. Promover informações à comunidade para não tomar banho durante as tempestades;
2. Orientar para que não use chuveiro ou torneira elétrica – secador, ferro de passar, chapinha, entre outros;
3. Desenvolver campanhas no sentido de alertar a população para evitar contato direto com qualquer objeto que possua estrutura metálica, tais como fogões, geladeiras, torneiras, canos e evitar ligar aparelhos e motores elétricos, para não queimar os mesmos;
4. Criar campanhas locais de conscientização para que os moradores desconectem das tomadas todos os aparelhos e eletrônicos tais como televisores, computadores, som; afastar-se das tomadas e evite utilizar o telefone durante as tempestades;
5. Evitar falar ao telefone e manter os aparelhos eletroeletrônicos desligados, principalmente aqueles que não estiverem protegidos;
6. Orientar os motoristas a permanecerem dentro do carro que é uma ótima proteção, pois o veículo é blindado a raios. É bom fugir do contato com material inflamável;
7. Em superfícies lisas como piscinas, rio ou mar e campos de futebol, a cabeça é o ponto mais alto na área, atraindo os raios.

Fonte: Wilson Marini
Para o Diário do Grande ABC