tenis azul
ARM SUL-AMERICANA

ARM SUL-AMERICANA

Novembro azul: saiba os cuidados para a prevenção do câncer de próstata

A cada cor de um mês, um alerta diferente para a saúde. E, se em outubro o tom foi rosa para as mulheres, dedicado ao câncer de mama, novembro começa azul para os homens que precisam ter atenção máxima à prevenção do câncer de próstata. Por isso, conheça mais sobre essa campanha mundial e saiba como é importante seguir hábitos saudáveis e fugir dos próprios preconceitos para combater a doença.

Comemorado no dia 17, o Novembro Azul é dedicado à saúde masculina, alertando a importância de realizar o check-up anual e estar atento aos sinais que o corpo apresenta com o decorrer da idade. Segundo a nutricionista Sheila Basso, o câncer de próstata é o sexto tipo de câncer mais comum no mundo e, no Brasil, é o mais predominante nos homens:

“O câncer de próstata é considerado o câncer da terceira idade, pois normalmente surge após os 65 anos. A prevenção é essencial e deve começar a partir dos 45 anos, principalmente, para quem já teve antecedentes familiares. Além dos exames laboratoriais de sangue de rotina, os homens devem fazer também o exame de toque retal”, alerta a profissional.

Novembro azul: você sabia que a alimentação também previne o câncer de próstata?

Segundo a nutricionista Sheila Basso, a alimentação está diretamente relacionada com os cuidados para a prevenção do câncer de próstata, uma vez que os alimentos inflamatórios – aqueles que sobrecarregam o organismo, como as frituras, alimentos industrializados e embutidos, por exemplo – agravam o desenvolvimento de doenças, inclusive o câncer.

“Por isso, uma dieta rica em vegetais, hortaliças, frutas, sementes e grãos têm sido indicada como um fator de proteção e prevenção contra o câncer de próstata”, explica a profissional, destacando alguns alimentos que possuem potencial preventivo ao câncer de próstata. Veja quais são:

– Tomate: Fonte de licopeno, um poderoso agente antioxidante, capaz de retardar as ações dos radicais livres e, prevenindo assim, o envelhecimento das células. “Estudos indicam que o consumo de alimentos ricos em licopeno modulam a expressão de uma proteína reguladora do crescimento da próstata e com sintomas do câncer, como a dor e dificuldade de urinar”, explica a profissional.

– Alimentos à base de soja: Seja em sua forma texturizada, bebida ou em alimentos como o tofu, por exemplo, o consumo do grão também tem a sua importância para a prevenção da doença. Segundo Sheila Basso, o alimento possui genisteína, uma substância que aumenta a capacidade de autodestruição das células cancerígenas.

– Oleaginosas: Castanha, amêndoas e nozes também possuem propriedades antioxidantes, protegendo e atuando na renovação das células. Por serem ricas em selênio, as oleaginosas se tornam responsáveis por também fortalecerem o sistema imunológico, mantendo o corpo saudável.

– Vegetais verdes escuros: Couve, brócolis, espinafre, entre outros alimentos fazem parte desse grupo e, por serem ricos em ácido fólico, substância que combate as ações dos radicais livres nas células, esses vegetais se tornam aliados na prevenção do câncer de próstata. A nutricionista destaca que o consumo de, pelo menos, um vegetal por dia, já se torna benéfico para combater a doença.

Outros alimentos que podem contribuir – Alho, cebola, chá verde, cogumelo shitake, romã, semente de abóbora e açafrão também podem atuar na prevenção da doença.

Exercícios físicos também ajudam na prevenção do câncer de próstata

Se exercitar vai muito além da aparência, está diretamente associado ao bem-estar físico e até mental, por isso, as atividades físicas são fundamentais em qualquer fase da vida. Segundo a Organização Mundial de Saúde, a OMS, para manter o corpo saudável e ativo, é recomendado a prática de 30 minutos por dia, pelos menos cinco vezes na semana. 

Seja uma corrida, natação, futebol ou musculação, o importante é ativar o corpo e sair do sedentarismo, tornando essa orientação um dos pontos principais para prevenir não só o câncer de próstata como outros tipos da doença. 

De acordo com dados do portal da ONG Instituto Oncoguia, as atividades físicas são importantes não só para a prevenção, mas também após a comprovação da doença e o início do tratamento, já que as sequelas do câncer de próstata incluem a fadiga e a perda muscular. Essas consequências afetam desde o sistema nervoso central até a composição corporal (massa e força muscular), diminuindo a qualidade de vida. Por isso, os exercícios são importantes para ativar o corpo e reduzir os danos causados pela doença.

* Outras informações sobre o câncer de próstata podem ser conferidas no site da ONG Instituto Oncoguia .

Fonte: http://www.conquistesuavida.com.br/noticia/novembro-azul-saiba-os-cuidados-para-a-prevencao-do-cancer-de-prostata_a7327/1

CompartilhE