Brasília, 11/06/2014 – Começou nesta quarta-feira (11/06) o I Curso de Formação de Brigadistas e Socorristas Voluntários, promovido pela ARM Sul-Americana em parceria com a Divisão Sul-Americana (DSA). O objetivo é treinar 30 servidores do escritório da sede da Igreja para estarem preparados em situação de emergência.

“O maior bem que temos na empresa são os funcionários”, frisou o capitão do Corpo de Bombeiros,  Paulo Henrique Manhães dos Santos, que tem 29 anos de experiência na área de prevenção.  Segundo ele, 90% das empresas não têm funcionários capacitados em prevenção de riscos. “Não adianta ter todos os sistemas de segurança funcionando e não ter alguém para manuseá-los da forma correta em situações de riscos”, ressaltou.

Em sua palestra, Manhães dos Santos explicou passo a passo de como o incêndio se desenvolve. Apresentou as classes de incêndio e conceituou os elementos essenciais do fogo. Além de compartilhar vídeos e casos de acidentes.

O diretor da ARM Sul-Americana, Jabson Magalhães, destacou a importância da capacitação: “Precisamos de um grupo preparado para ajudar o restante em alguma situação emergencial, que eventualmente possa acontecer”. Segundo ele, a sede da DSA está dando o primeiro passo. “Esperamos que isso venha se tornar modelo para todas as Uniões, Missões, Associações e instituições da Igreja.”

O curso conta com a participação do engenheiro civil, com especialização na área de prevenção e combate a incêndio, Sandro Gomes. Ele é responsável pelo Projeto de Prevenção Contra Incêndio (PPCI) no prédio da sede da DSA. O propósito é adequar o funcionamento dos sistemas preventivos, como detectores de fumaça, extintores e hidrantes.

Thayanne Braga